Símbolos Heráldicos

ANTIGO BRASÃO:  Escudo de negro. Coroa Mural de prata de três torres. Listel branco, com legenda a negro “FREGUESIA DE MOGADOURO“. Dois discos de prata carregados cada um com uma cruz da Ordem Militar do Templo (antigos mandatários de Mogadouro) de vermelho. Uma torre de prata, lavrada e aberta do campo, que representa a torre do Castelo de Mogadouro, que pertenceu aos Távoras “Senhores de Mogadouro”. Duas espigas de trigo de ouro, com os pés passados em aspa em representação da agricultura, com especial destaque para os cereais, principalmente o trigo, pois esta freguesia é uma grande produtora deste cereal.

A partir de 30 de Setembro de 2013 com a reorganização administrativa do território a freguesia de Mogadouro passou a englobar, por agregação, as extintas freguesias de Vale de Porco, Valverde e Vilar de Rei.

Passando a denominar-se União de Freguesias de Mogadouro, Valverde, Vale de Porco e Vilar de Rei. Da qual surge o atual Brasão.

ATUAL BRASÃO: Escudo de negro. Coroa Mural de prata de três torres. Listel de branco, com a legenda a negro:”UNIÃO DE FREGUESIAS DE MOGADOURO, VALVERDE, VALE DE PORCO E VILAR DE REI“. Com os motivos de:

  • Torre: Representa o património com especial relevância para a torre do Castelo que pertenceu aos “Távoras”, senhores de Mogadouro;
  • Caretos: Representam a cultura e as tradições locais. na qual se destacam os famosos caretos (do Brasão de Vale de Porco);
  • Ramos de Oliveira: Representam o setor primário como o mais relevante para a economia local. Destacando-se na agricultura a produção de azeitona e amêndoa (Do Brasão de Valverde)